Time repetido uma vez e 32 jogadores testados: Carioca vira laboratório para o Botafogo

0
40

A queda para a Série B e a dificuldade financeira promoveram reformulação grande no elenco do Botafogo. 18 jogadores saíram e outros 12 foram contratados. Com tantas mudanças, o técnico Marcelo Chamusca usou os primeiros meses de temporada como laboratório. 

O número de jogadores que entraram em campo até agora mostra isso. Nada menos de 32. Do elenco profissional, fora os atletas afastados, apenas não entraram em campo os goleiros Gatito e Diego Cavalieri, o zagueiro Joel Carli e o lateral Lucas Barros. Desses quatro, só o argentino estévia à disposição. Os outros passaram pelo departamento médico ou ainda estão nele.

Quem entrou em campo na temporada

  • Goleiros: Diego Loureiro e Douglas Borges;
  • Zagueiros: David Sousa, Gilvan, Kanu, Marcelo Benevenuto*;
  • Laterais: Guilherme Santos, Hugo, Jonathan, Kevin, Paulo Victor, Rafael Carioca;
  • Volantes: Kayque, Luiz Otávio, Matheus Frizzo, Pedro Castro, Rickson, Romildo, Zé Welison*;
  • Meias: Bruno Nazário*, Cesinha, Felipe Ferreira, Marco Antônio, Ricardinho;
  • Atacantes: Davi Araújo, Ênio, Gabriel, Matheus Babi*, Matheus Nascimento, Rafael Navarro, Ronald e Warley.
    *Deixaram o clube.
Chamusca e jogadores em treino do Botafogo — Foto: Vitor Silva/Botafogo

Chamusca e jogadores em treino do Botafogo — Foto: Vitor Silva/Botafogo

Da lista grande de jogadores aproveitados, quatro começaram a temporada com titularidade e já deixaram o clube: Marcelo Benevenuto, Zé Welison, Bruno Nazário e Matheus Babi. Por outro lado, o clube corre atrás de reforços e tem acordos quase fechados com três jogadores. O que mostra que não só o time, como o elenco também não está pronto para o início da Série B. 

Das 16 partidas desse início de 2021, Chamusca só repetiu a escalação em uma oportunidade. Foi entre dois clássicos, no 1 a 1 com o Vasco e no 2 a 0 para o Flamengo, em março. De resto, os 11 iniciais escolhidos foram sempre diferentes em comparação com o jogo anterior, seja por lesão, suspensão ou opção do treinador.

Só que as indefinições cobram um preço. O time ainda não encaixou e acumula resultados ruins no primeiro semestre. Caiu na segunda fase da Copa do Brasil e não passou para o mata-mata do Estadual. São cinco vitórias em 16 partidas, a maioria delas contraequipes de menor investimento do futebol carioca. 

O último período dessa fase de laboratório acontecerá no próximo domingo. Botafogo e Vasco fazem o jogo de volta da final da Taça Rio, em São Januário, às 15h05 (de Brasília). O time da casa venceu o jogo de ida e tem a vantagem. Será o último teste antes do grande foco da temporada, a Série B, que começa no dia 28.

Fonte: ge

FalaGlorioso.Club | Loja com mais de 100 Produtos do Botafogo. Acesse!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui