Troca de técnicos no Botafogo na década tem dado certo? Lazaroni será o 16º desde 2011

Membro da comissão permanente do clube, o treinador já havia assumido o posto, mas somente como interino; maioria do aproveitamento de quem entra é pior do que o anterior

0
40

A saída de Paulo Autuori gerou a efetivação do 16º treinador do Botafogo na década. A confirmação de Bruno Lazaroni para o lugar do experiente treinador fez com que o clube fizesse mais uma mudança no comando. Mas, afinal de contas, as mudanças de treinador têm dado certo?

A resposta pode ser subjetiva e até mesmo depender do recorte temporal que é feito. Mas, para tentar dar uma resposta para esta questão, o ge levantou os técnicos que fizeram parte do Botafogo de 2011 pra cá e reparou que na maioria das vezes o aproveitamento do técnico que veio depois foi pior do que o anterior. 

Técnicos no Botafogo de 2011* a 2020

TécnicoDias no cargoComparação de dias com o anteriorAproveitamentoComparação de aproveitamento com o anterior
Joel Santana28/01/2010 a 22/03/2011 (418 dias)—–63%—–
Caio Júnior23/03/2011 a 17/11/2011 (239 dias)– 17954%– 9 pontos percentuais
Oswaldo de Oliveira05/12/2011 a 09/12/2013 (735 dias)+ 49658%+ 4 pontos percentuais
Eduardo Húngaro18/12/2013 a 11/04/2014 (114 dias)– 62139%– 19 pontos percentuais
Vagner Mancini16/04/2014 a 10/12/2014 (238 dias)+12429%– 10 pontos percentuais
René Simões14/12/2014 a 15/07/2015 (213 dias)– 2567%+ 38 pontos percentuais
Ricardo Gomes22/07/2015 a 12/08/2016 (387 dias)+ 17460%– 7 pontos percentuais
Jair Ventura13/08/2016 a 22/12/2017 (496 dias)+ 10952%– 8 pontos percentuais
Felipe Conceição23/12/2017 a 10/02/2018 (49 dias)– 44743%– 9 pontos percentuais
Alberto Valentim13/02/2018 a 19/06/2018 (126 dias)+ 7753%+ 10 pontos percentuais
Marcos Paquetá26/06/2018 a 01/08/2018 (36 dias)– 9020%– 33 pontos percentuais
Zé Ricardo04/08/2018 a 12/04/2019 (251 dias)+ 21550%+ 30 pontos percentuais
Eduardo Barroca16/04/2019 a 06/10/2019 (173 dias)– 7841%– 9 pontos percentuais
Alberto Valentim12/10/2019 a 09/02/2020 (120 dias)– 5338%– 3 pontos percentuais
Paulo Autuori12/02/2020 a 01/10/2020 (232 dias)+ 11245%+ 7 pontos percentuais
MÉDIA255,13 dias—–47,47%
Gráfico: GE

Fonte: Rotatividade dos técnicos/gedeslize para ver o conteúdo 

*Passagem de Joel Santana começou em 2010, mas terminou em 2011, por isso ele está na tabela; interinos não foram considerados.

Contando todos os “professores” que o Botafogo teve nos anos 10, o mais longevo foi Oswaldo de Oliveira. Técnico no período em que Seedorf esteve em no clube, ele conquistou o Campeonato Carioca de 2013, mas saiu no fim daquele ano após duas temporadas à frente do clube. 

Apesar de ser o treinador que mais ficou no cargo, Oswaldo não é o que conquistou o maior número de pontos. Essa façanha está, até o momento, com René Simões. Com 67% de aproveitamento, René caiu após a eliminação para o Figueirense na Copa do Brasil de 2015. O time era líder da Série B na época, mas havia vencido apenas um dos últimos seis jogos, o que foi determinante para o fim da passagem. 

René Simões foi o técnico que teve o melhor aproveitamento no Botafogo entre 2011 e 2020 — Foto: Vitor Silva / SSPress

René Simões foi o técnico que teve o melhor aproveitamento no Botafogo entre 2011 e 2020 — Foto: Vitor Silva / SSPress 

Bruno Lazaroni já não tem como ultrapassar, nesta década, o período de Oswaldo de Oliveira. Mas, certamente, fica o desejo de bater o aproveitamento de René Simões. A meta, conforme o atual treinador disse na primeira entrevista coletiva, é justamente conseguir o resultado a curto prazo, até para conseguir tirar o Botafogo da zona de rebaixamento. 

O Botafogo vai enfrentar o Fluminense às 11h deste domingo, no Nilton Santos, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com 11 pontos em 12 jogos, o Bota ocupa a 19ª colocação e está a um ponto do Bahia, primeiro time fora da zona de rebaixamento.

Fonte: GE

FalaGlorioso.Club | Loja com mais de 100 Produtos do Botafogo. Acesse!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui