Vasco avalia opções para novo executivo, e nome de diretor do Botafogo está na mesa de Salgado

0
79
Eduardo Freeland
Foto: Vitor Silva/Botafogo

A fim de resolver o substituto de Alexandre Pássaro e definir o novo organograma do futebol, o presidente do Vasco, Jorge Salgado, tem em sua mesa o nome de Eduardo Freeland, atual diretor executivo do Botafogo. O clube pretende preencher essas lacunas ainda nesta semana. O interesse em Freeland foi noticiado pelo canal “Fanático Vascaíno”, do jornalista Fábio Azevedo, e confirmado pelo ge.

Freeland é um nome que ganhou força dentro do Vasco pelo trabalho de reconstrução que promoveu dentro do futebol do Botafogo, no início da temporada visto como um clube que teria dificuldades para conseguir o acesso – o obteve com três rodadas de antecedência.

A diretoria vascaína conhece bem Freeland, pois sempre trataram de temas que são de interesse comum entre Vasco e Botafogo, como clube-empresa, refinanciamento de dívida e a Série B por exemplo.

Freeland, de 42 anos, tem longa trajetória dentro do Botafogo, sobretudo em cargos na base do clube. Sua primeira passagem foi constituída entre 2008 e 2016, período em que foi treinador, coordenador, gerente técnico e gerente geral das categorias inferiores.

Em 2017, transferiu-se para o Cruzeiro como diretor de futebol, mas no ano seguinte voltou ao Botafogo para desempenhar mesma função. Meses depois, trocou o Alvinegro pelo Flamengo, onde foi contratado como coordenador da base.

Ainda em 2018, foi eleito presidente do Movimento de Formação de Futebol de Base (MFFB). Depois de duas temporadas e meia no Flamengo, voltou ao Botafogo no início de 2021 para pela primeira vez exercer um cargo gerencial na categoria profissional.

Executivo de futebol do Botafogo desde janeiro, Freeland fez um trabalho pautado em enxugamento de folha e muitas contratações no planejamento que levou o clube ao tranquilo acesso à Série A. Recentemente, disse a pessoas próximas que seu objetivo era permanecer em General Severiano, porém o interesse vascaíno ainda não tinha aparecido.

Apesar de muito bem avaliado, Freeland tem atritos com Jorge Braga, CEO do Botafogo. A intenção do Vasco é definir essa questão rapidamente.

Fonte: ge

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui